terça-feira, 9 de março de 2010

A bonequinha de vudu da xérox

Minha faculdade tem um convênio com uma empresa de fotocópias, essa empresa, que instalou pontos de atendimento dentro dos prédios da faculdade, é geralmente a primeira opção dos alunos quando precisam tirar xérox de alguma apostila, livro etc. Isso porque os professores criam pastas, que ficam guardadas nesses pontos de atendimento, e colocam todo o material de estudo que precisa ser xerocado dentro delas. As pastas com o material, porém, não podem sair de lá, sendo assim se o professor não disponibilizar outra cópia os alunos são obrigados a utilizar essa empresa.
O que não seria um grande problema já que a empresa cobra o mesmo preço de outras do mesmo ramo. Porém, há problemas bem maiores, muito, mas muito maiores!
Como eu já havia dito, há pontos de atendimento dessa empresa espalhados pelos prédios da faculdade, só que as pastas do meu curso, jornalismo, ficam na xérox do prédio central, o que significa que se eu quero xerocar uma apostila de uma matéria do meu curso eu sou obrigada a ir à xérox do prédio central. A pior de todas!
Quando eu entrei na faculdade e comecei a usar o serviço desta empresa percebi que os funcionários eram bastante desorganizados, e muitos alunos veteranos e professores reclamavam sobre esse problema, sobre a falta de organização, de agilidade, sobre o sumiço de apostilas etc. Mas, o que mais me chamou a atenção foi a “gerente”, a “boss”, a toda poderosa da Xérox.
Essa criaturinha é um poço de grosserias. E é quem mais prejudica o funcionamento e a produtividade do serviço. Ela é daquele tipo de pessoa que gostar de monopolizar, de controlar tudo o que for possível, e vive interferindo no atendimento dos outros funcionários. O resultado disso: confusão! Ela troca os funcionários de máquina no momento em que eles estão xerocando, ela se mete na entrega das pastas, no computador da impressão etc.
Sem nunca deixar de lado o seu característico mau humor.
“Eu não posso agora senhora!”
“Você vai ter que aguardar senhora!”
“Não tenho troco senhora!”
Essas frases sempre vêm acompanhadas de um tom de desprezo/estresse/superioridade.

Claro que, quando a convêm, ela sabe ser educadíssima. Quando os clientes são homens (não são todos, só alguns, bonitos geralmente), aí a conversa é outra, e ela arrisca até uns sorrisos. Com os professores do curso de direito então, ela se derrete.
Enfim, é uma dor de cabeça toda vez que preciso tirar alguma xérox! Ela várias vezes já foi grossa comigo, dentro do tolerável, claro. Já tentou levantar a voz pra me intimidar, mas a minha reação foi muito mais grosseira do que a dela.
Porém, mais uma vez ela me surpreendeu. Ontem eu e duas colegas fomos à xérox, chegamos e pra variar o lugar estava lotado, já que o atendimento é muito “eficiente”. Logo atrás de nós vinha um aluno que é cadeirante. Como não víamos andamento, resolvemos ir lanchar enquanto uma das minhas colegas ficava lá na fila esperando pacientemente a sua vez. Depois de uns dez minutos nós voltamos, e o quadro continuava o mesmo. Uma mulher que também estava na fila, cansada de esperar, resolveu perguntar quando seria atendida, e a bonequinha (de vudu, como a chamamos) grosseiramente, como de costume, gritou:
“Senhora, eu estou ocupada, só tem duas máquinas [funcionando], uma com um cliente e a outra com o deficiente!”
Nesse momento eu minha colega nos entreolhamos, atônitas, pelo que tínhamos ouvido. Minha vontade naquele momento: pegar aquela “senhora” pelos cabelos e arremessar o mais longe possível. O que é uma utopia já que ela, digamos, é muito bem nutrida. Mas, a minha raiva era tamanha que eu tinha os pensamentos mais mirabolantes e perversos.
Depois disso, e de muitas reclamações inúteis no centro acadêmico, resolvemos nos juntar, vários alunos, e ir à coordenadora do curso cobrar providências.

Eu precisava desabafar, essa moça já estava me fazendo mal.
Ufa, pronto.

10 comentários:

Dona Bela disse...

Perdoe a bonequinha de vudu! Não guarde esse ódio, isso só vai ser pior para você.
Espere que ela vai sumir.

Dona Bela disse...

MAs que ela é uma vaca, anta, grosseirona, horrorosa e mostra o cofrinho para os professores gatos de direito... ah isso ela é e faz!
uaheuaheuaheua

Daniel Savio disse...

Mas menina, já pensou em pedir os professores para disponibilizar outras xerox em outros pontos?

Fique com Deus, menina Monique.
Um abraço.

MARÍLIA MENEZES disse...

Ja estava mais do que na hora de alguém se rebelar!O descaso,a grosseria e a bagunça que se instala nessa xerox,é inexplicável!
Vc só esqueceu de ressaltar,que além da lerdeza,ela ainda fica cantando músicas internacionais (do jeito que ela acha certo)!kkkkkk
Ela é a "gordinha mais sexy da Bahia"
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Sam disse...

Senpre sou a favor de capangas #fikdik
Sei bem o que é serviço de xerox - vide o rapaz que trabalha na xerox da minha escola ¬¬

KeLL disse...

noooooffa ! adorei !
apoiado ! vamos exonerar essa criatura !

Melanie B. disse...

Geeeeeente, quanta falta de "tudo" héim?!!Eu ia escrever 'educaçao', mas ela nao sabe nem o que é isso...
Demorô!Bora reinvindicar!

Dama de Cinzas disse...

Oi Monique! Em um curso de Letras que fiz numa Universidade Pública tb tinha essa coisa de pastas centralizadas em um lugar, um horror. Ficava muito tempo esperando pra tirar as tais cópias. Sei bem como se sente.

Obrigada pela visita.

Olha! Seu comentário lá no meu blog sobre o BBB e o Dourado foi animador, ver que mais gente tá vendo que não é só pelo programa ou pelo prêmio, mas o reforço negativo que esse ídolo Dourado traz... Enfim... Eu não vejo mais BBB, me senti mal e não preciso disso...

Eu vi que vc tem 3 blogs no seu perfil. Em qual deles vc posta mais?

Beijocas

Desventuras em série disse...

Nossaaaaaaaa, nos identificamos muito com isso! Temos uma teoria (Que pode ser corroborada ou não!):
TODOS OS PONTOS DE XÉROX CENTRALIZADOS SÃO UMA DROGA!!!
Compartilhamos da mesma insatisfação e olha que ainda estamos no ensino médio!

By Nati e Nessa

OBS: Você escreve muito bem!

rita disse...

que lindo que está :D