segunda-feira, 29 de junho de 2009

Porta-malas!

Olá meninada! Desculpem se eu andei tão tão ausente. Não tive muitos motivos para reclamar, mas agora estou de volta! Com mais um dos meus discursos para encher a maletinha de tooooodooos vocês!
Vou chamar o porta-malas de hoje assim: "Sou o seu bezerro, gritando mamãe..." . É, é absurdo, feio e soa mal, mas veja pelo lado bom, é uma parte de uma música do Caetano Veloso e dá um tom mais carente a minha reclamação.
Ah, vale salientar, que eu dedico esse porta-malas a minha mãe =].


Ok, nasci de um sem querer. Quero dizer que não fui uma filha planejada, e que mamãe chorou bicas quando soube que estava gravida de mim. Mesmo assim, eu fiz a coisa de forma tão certa que até hoje ela fala que foi a melhor gravidez dela ("minha pele ficou macia, meu cabelo ficou bom, minhas unhas ficaram lindas, tive pouco enjoou e pouca dor" - eu sei fazer as coisas baby). Como toda boa chefa de família, ela foi sempre um tanto ausente, me deixando pra aprender as coisas sozinha, eu e o mundo, no entanto ela sempre estava ali, para olhar o resultado final, soltar duas ou três palavras e voltar ao bom e velho trabalho. Gostaria mesmo que ela estivesse um pouco mais apar de minha vida, apesar de reclamar quando ela tenta fazer isso (porque ela tenta da forma errada). Todas as mães aconselham e incentivam suas filhas, e bem... Ela me aconselha e incentiva... Mas não é aquela coisa de mãe pra filha, entende?
Há três dias ela não fala direito comigo. Temos sempre diálogos funcionais e curtinhos, e ela não me dá mais bom dia ou boa tarde, e nem me dá tchau ao desligar o telefone (o que me deixa profundamente decepcionada).
Então é um seguinte:"Mamy, eu sei que você quase não quis me ter, mas por Deus, não deixo de ser sua filha. Me trate como sua filha, e eu prometo que eu nunca vou te deixar sozinha certo?"

É isso. ó.ò
Cara, deu agora uma vontade de chorar ó.ò...
Vou fechar logo essa mala. Tchau!

11 comentários:

Daniel Savio disse...

Aff, que isto menina, que post foi este...

Já tentou dizer isto a tua mãe?

Talvez ela esteja carente da tua companhia, mas não quer dar o braço a torçer.

Fique com Deus, menina Joana.
Um abraço.

Ana Gotz disse...

Quase nenhum de nos fomos planejados! Somos uma surpresa da vida!

fazdeconta.com disse...

"Sou o seu bezerro, gritando mamãe..."
ótima comparação com seu pedido de reconhecimento...
adorei o blog...
Estou seguindo...

Sam disse...

Meus pais também não são "aquele" exemplo, entende?
Mas, acho, que se vc tiver uma conversa franca e direta com ela, vão conseguir se entender.

Yuri Kayel disse...

Acho que mesmo o pai mais intransigente OUVE o que o filho diz, porque no cerne do nosso ser nós temos nossos filhos como nossa extensão, como parte de nós.

Pode, no entanto, levar muito tempo para entender, mas acho que acabam por ouvir. Anos esperei.

Leandro Correa disse...

sinto coisas parecidas.. mas é meio que irremediavel, já que aqui em casa o diálogo deixou de acontecer faz uns anos... mas, mesmo assim, espero que dê um jeito, enquanto eu vou procurando um jeito de me manter por aqui;

profundo/? ;x

beijo ;*

Thiago Laurent. disse...

Nofa Joana, que mal isso '-'
Aqui eu tbm quase não converso com meus pais, e isso não é de hoje.. eu te entendo :/

Nathália E. disse...

A minha foi planejada, mas ainda assim nunca tive um relacionamento 'mãe e filha'.
Sei lá... Praticamente só falo o básico com ela.

Beijo!

Barbara disse...

A galinha sabe como pisar nos pintinhos.
Pedagogia de mãe é pedagogia de mãe.
Só quem tem filhos adultos sabem como é.
Tenha a certeza de que, nesse mal humor de sua mãe com você, tem amor embutido sim.
Garanto que tem.
E, menina, em vez de reclamar pùblicamente de sua mãe, mesmo amorosamente, tente ter um filho.
Aí você vai ver, como é que é...
Fico 1 mes sem falar com meu filho e nem por isso deixo de amá-lo.
É pedagogia sim, sem diploma mas com uma carga de carinho mais impressa do que as letras de um livro.
Creia.

CooKie disse...

q básico...

as melhores são as surpresas!!
rsrssr

pois é neh...

Anônimo disse...

Genial dispatch and this enter helped me alot in my college assignement. Say thank you you on your information.