quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Desgeneralizando a educação (lado B)

Aproveitando o tema que a Sâmia postou, venho para tratar sobre um outro lado da moeda.
Eu estudo na Etec Guaracy Silveira, a mesma que ela, situada em Pinheiros. Eu me decepcionei totalmente quando entrei lá. Pensava que seria diferente, haveria menos aulas teóricas, e enfim, não é bem assim.
É um hábito dos alunos culpar o copo discente, porém o que esses mesmos alunos fazem? Eles estudam satisfatoriamente? Eles cobram dos professores mais conteúdo? Cobram do professor para que esse se atualize e que se reformule para um melhor aproveitamento das aulas? Creio que não, meus caros. É difícil ter casos assim, em qualquer escola. Seja um colégio renomado particular, seja um colégio "bom" público.
A educação do Brasil não é boa, mesmo nas escolas tarjadas como boas aqui. No mundo, temos a 12º pior educação. Reclamar, observar e comunicar isso a alguém de alguma maneira é necessário. Só que o que você faz para mudar? Como você contribui para a melhora do ensino na sua escola? Você estuda regularmente? Você dá a devida atenção que a seriedade do estudo merece? Repense suas atitudes.
Sim, a escola é uma droga! Eu amo aprender, tenho sede de conhecimento. Preferia passar meus dias em casa estudando sozinha a acordar todos os dias às 5h para pegar um ônibus super-lotado, porém é necessário. As pessoas têm o hábito de reclamar. Sair da sua "zona de conforto" não é fácil, e eu já me peguei em várias situações assim, em que queria desistir, jogar tudo para o alto e que se danasse as consequências. Depois de avaliar bem o que as minhas decisões acarretam eu voltei atrás e repensei as minhas atitudes.
Eu reclamei demais, já fiquei revoltada, já quis matar meus professores, já quis desistir de estudar... Mas atualmente a única coisa que eu quero é ter consciência dos meus atos e saber agir de uma forma que não prejudique ninguém, que não machuque os sentimentos de ninguém. Um exemplo, tenho facilidade com biologia, meus colegas, em geral, não. Estou tentando convencer uma coordenadora e uma professora a deixar eu dar monitoria de biologia, mesmo estando no 1º ano (isso é permitido apenas no 2º ano). Assim, creio eu, estarei me benificiando (fixação do conteúdo) e ajudando meus colegas a entender o conteúdo.

Eu me expresso de uma forma meio caótica, as idéias vem e vão na minha cabeça, é difícil encontrar coêrencia, coesão, selecionar as palavras certas... Resumindo: antes de culpar os professores e o corpo administrativo de sua escola, veja o que você pode fazer para mudar. Não espere que eles mudem, mude você. Os funcionários estarão ganhando o salário deles regularmente, quem perde ficando na sua "zona de conforto" é só você.

Beijos :*

PS: Se alguem for prestar Vestibulinho para qualquer escola técnica, não se iluda. Há pontos muito positivos, mas sempre hão de existir os pontos negativos. Faz parte do pacote. Apenas aproveite e tente melhorar o que encontrar lá, se isso for da sua vontade, claro. Se você não quer agregar mais conhecimentos, desculpar-me-á. Ignore minhas palavras.

4 comentários:

Daniel Savio disse...

Parabéns pela analise e mudança de comportamento, pois se todos nós tentassemos usar esse conceito, um mundo com certeza seria um luga melhor...

Fique com Deus, pessoa Dani e pessoal.
Um abraço.

nica ~ disse...

Socorrrrro! Não sei o que fazer com a minha escola. Hoje, eu só tive uma aula e fui despensada pra casa, porque os professores faltam! Como pode?! To pensando em muder de colégio, ir pra longe, acordar 5h da manhã, e pegar ônibus pra ter um ensino melhor, porque esse daqui não tá valendo mais nada;;

Enfim, o post caiu na hora certa!

Dani Vieira disse...

:)

Fico feliz, obrigada pessoal. E Nica, tente estudar sozinha.

:*

Marcel PH disse...

Nossa. Muito bem elaborado o texto argumentativo. Parabéns.